Se você já sentiu dores musculares junto com contrações durante uma corrida ou outro exercício, você já conhece os espasmos musculares, e as cãibras, que costumam afetar as panturrilhas, as coxas, os braços, e o abdômen.

Os espasmos musculares são resultado de desequilíbrio hidroeletrolítico no corpo ou de sobrecarga muscular. Funcionam como uma espécie de autoproteção do corpo, uma vez que sinalizam que algo não está bem com os músculos, colaborando para que lesões mais graves não surjam.

Os espasmos estão relacionados ao cansaço, ao estresse muscular. Nas musculaturas maiores, surgem pelo acúmulo de lactato, circulação ruim, ou seja falta de alongamento.

Quanto mais quente está o tempo, maiores são as chances dos atletas sofrerem com os espasmos musculares. Isso ocorre porque, no calor, perdemos grande quantidade de água e sais minerais. A desidratação altera o funcionamento das fibras musculares, resultando nas contrações involuntárias que castigam grupos musculares.

Mas há maneiras de evitar os espasmos. Uma dessas maneiras é fazer um bom alongamento. E se você não tem o costume de aquecer antes de treinar, é melhor acabar com esse mau hábito. O aquecimento prepara os grupos musculares para a atividade intensa que vem a seguir. A falta de condicionamento físico também é determinante para o aparecimento dessas contrações. Por isso não se deve ultrapassar os limites do próprio corpo.

Fique atento à hidratação e reposição de sais minerais. Aposte em fontes de potássio, magnésio e cálcio para não ter seu rendimento prejudicado.

E se os espasmos musculares surgirem durante o exercício, pare a atividade imediatamente, estique a articulação afetada pela dor até as contrações cessarem.

Fonte: Ativo.com

Compartilhar:
Mais nesta categoria: Malefícios da preocupação excessiva ao correr » Treino Pliométrico » 5 ótimos alimentos para evitar cãibra muscular » Corrida na medida certa » 5 alimentos para consumir depois do treino » Dicas do que não fazer na natação do Triathlon » Dicas de como evitar e cuidar dos pés doloridos e bolhas na caminhada » Mochila Cargueira: melhor forma de carregá-las » O que ainda ninguém te contou sobre as botas e tênis de trekking » Oito dicas para pedalar nas trilhas » Saiba escolher a roupa certa para sua aventura » Hipotermia: saiba como evitar e os cuidados » Conheça os benefícios do triathlon » Saiba como iniciar a atividade física de maneira correta » Preparo Físico é essencial para o Montanhismo » Você sabe por que a natação vem primeiro no triatlhon? » Os Benefícios da cafeína para os Triatletas » Dicas de cronograma para os treinos de Triatlhon » Dicas de como escolher o Wet-Suit para as provas de Triatlhon » Você sabe qual é a Bicicleta ideal para o seu treino ou prova de Triatlhon? Confira essas dicas! » 5 Técnicas para quem quer iniciar a escalada » Pesquisa afirma que exercício constante desacelera o envelhecimento » A Vida Secreta de Walter Mitty, um filme de tirar o fôlego » 5 dicas para você respirar melhor durante a corrida » 5 dicas matadoras para nadar no mar » 7 dicas para correr no frio » 7 coisas para pensar durante o treino de natação » O que comer antes dos treinos realizados pela manhã? » Cachorro de rua segue corredor em maratona de 90km e no final recebe surpresa emocionante » Os Benefícios do Treinamento Funcional » 9 PASSOS PARA ENTRAR PARA O TRIATHLON » Triathlon de luto: Corpo do triatleta e encontrado a 150m da largada » “Dopping” Eletrônico » E treinar em jejum, pode? » O que consumir durante uma corrida? » Corrida em Trilhas e corrida rústica » Emagrecer x Perder Peso » Depressão x atividade física » Como se alimentar durante treinos e provas » Entendendo os tipos de provas = XCO – XCP – XCM – XCE – XCC – XCT – XCS » Você pratica esporte? » Atenção ao treinar no frio » Pilates para crianças »
Postagem anterior Métodos alternativos para tratar lesões
Próximo Post Como se manter motivado

Adicionar Comentário

Logo Header Menu